Segurança Informática e Ethical Hacking

2ª Edição: início – Novembro de 2018 – Inscrições abertas

Apresentação resumida do curso

Atualmente, a Cibersegurança é uma das maiores preocupações não só dos responsáveis de sistemas de informação das organizações, mas cada vez mais dos líderes empresariais e da própria população em geral. Com o aumento exponencial de ataques informáticos, o mercado denota uma notória falta de profissionais qualificados na área de especialidade de segurança informática, pelo que este Programa Avançado em Segurança Informática e Ethical Hacking visa dotar os seus formandos com os conhecimentos e ciberferramentas que permitam analisar e corrigir vulnerabilidades em sistemas de informação pessoais e empresariais. O modelo do curso inclui vários “capture the flag”, onde os alunos vão competir entre si para atacar e defender sistemas críticos.

Informações

Temas abordados:

  • Introdução à Segurança Informática
  • Ambientes Técnicos de Programação de Segurança
  • Procedimentos de Recolha de Informação
  • Reconhecimento de Redes
  • Sistemas e Vulnerabilidades
  • Engenharia Social
  • Exploração de Fontes Abertas de Dados
  • Redes Wireless
  • Criptografia e Passwords
  • Ataques DDoS
  • Hacking: do PC, do Mobile e do Servidor

Objectivos

Este Programa Avançado de Executivos tem por objectivos:
  • Formar profissionais que queiram iniciar uma carreira de Ethical Hackers.
  • Dotar os alunos de competências técnicas que permitam realizar um Pen Test e o seu relatório.
  • Demonstrar as melhores ferramentas para testar vulnerabilidades.
  • Preparar os alunos para a certificação em Ethical hacking.

Destinatários

  • Estudantes, Profissionais de informática, Porfissionais ligados à segurança da informação.
  • Pen Testers
  • Executivos responsáveis pelo desenvolvimento da estratégia de segurança da informação
  • CISO
  • CIO
  • Dirigentes e técnicos superiores da Administração Pública

Habilitações de Acesso

A candidatura ao programa avançado está disponível a todos os profissionais lincenciados ou não licenciados, mas detentores de um currículo profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização do curso tendo de ser avaliado pelos coordenadores do curso. Possibilidade de realização de Entrevista Pessoal.

Calendário

O curso decorrerá entre em novembro de 2018 e término em março de 2019. Total de horas: 98 As aulas decorrerão em horário pós-laboral e alguns sábados de manhã:
  • 3ª e 5ª – 18h30-20h30 e 21h00-23h00
Este é um curso com uma avaliação final global de apresentação de um trabalho individual ou de grupo.

Propinas

  • Candidatura: 25,00 €- Inscrição/Matricula: 175,00 €
  • Propina Curso Global: 1.350,00€ em 5 prestações mensais

Formulários Online de Inscrição clique na opção/link adequado à sua situação

Se não tem curso superior Se tem curso superior

Estrutura Curricular

Unidade Curricular

Docente

Bloco

Designação ECTS Horas contacto Nome
Módulo 1 – Introdução  Jorge Farinha
Conceitos Fundamentais 1
Definição de Hacking 2
A Lei do Ciber Crime 2
O Ciber Crime em Portugal 2
Conceitos Básicos de Segurança 2
Introdução ao Linux 1
Seminário de Avaliação I 2
Módulo 2 – As ferramentas Sérgio Silva
Apresentação do KALI 2
Instalação de ferramentas no KALI 4
Construção de uma DISTRO dedicada 8
Conceito de Vulnerabilidade 4
Deteção de Vulnerabilidades 4
Seminário de Avaliação II 2
Módulo 3 – Ataques David Russo
Ataques e defesa de Redes WIFI 6
Desenvolvimento de Malware 6
Construção de um BadUsb com Arduino 6
MetaExploit 6
Denial Of Service 8
Seminário de Avaliação III 2
Módulo 4 – Recolha de Informação Mário Marques
OSINT 6
Shodan 6
Censys 6
PublicWWW 6
Foca 4
Maltego 4
Seminário de Avaliação IV 2
Módulo 5 – Informação João Ribeiro
RGPD 4
Gestão Segurança da Informação 4
Analise e Gestão do Risco 6
Políticas de Segurança e Auditoria 4
Maltego 4
Seminário de Avaliação V 2


Docentes

Sérgio SilvaCom cerca de 21 anos de experiência na Administração Pública Portuguesa, é especializado em Cyber Intelligence, Opensource e Ethical Hacking. Tendo passado por vários projetos da comissão europeia, atualmente é Chefe de Divisão do Conselho Superior da Magistratura, sendo um dos oradores mais requisitados em Portugal, para sessões de consciencialização para a temática da segurança da informação. Já contribuiu para a identificação e resolução de centenas de vulnerabilidades criticas em empresas e instituições portuguesas e internacionais. É ainda fundador do blog www.cybers3c.pt.

Mário Marques  Master of Science in Electrical Engineering (Communications Systems), um Master of Science in Electronic Warfare ambos tirados na Naval Postgraduate School – California (EUA), e uma Post Graduate Certificate & Diploma in Information Security da Royal Holloway – Universidade de Londres, sendo ainda detentor de dezenas de certificações na área da Redes, CiberSegurança e Protecção de dados.

Jorge Farinha Com mais de 20 anos de experiência na Administração Pública Portuguesa, com formação de base em Informática; MBA Executive Edge – LISS – Lusofona Information System School; Mestrando em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço no IST. Especialista em Ethical Hacking; Atualmente desempenha funções de Team Leader e Project Manager, bem formador na área da segurança da informação.

David Russo Researcher na área de Segurança de Informação, em sistemas de Segurança Industrial. Ethical Hacker. Mestrado do Instituto Superior Técnico, é ainda formador na CyberS3c em áreas de cyber-spying e Social Engineering. Contribui frequentemente para a identificação de várias vulnerabilidades a nivel nacional e internacional.

João Ribeiro Especialista de informática na Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD). É licenciado em Ciências de informação pelo ISTEC, pós-graduado em Direito na Sociedade de Informação pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e pós-graduado em Informática pela FCUL. É mestre em Engª Informática/Tecnologia e Gestão de Informação e Segurança pela Universidade Independente e Mestre em Gestão e Administração Pública pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP).